CineKaramelo indica: Pequeñas Voces

Primeiro dia de um Novo Ano!!!! E que seja um 2016 incrível para todos!!! 🙂

O nosso CineKaramelo deste mês é uma animação que ao mesmo tempo é um documentário. É para nós, adultos, refletirmos nesse início de ano sobre a infância e a esperança!

A indicação do mês de janeiro é…

PEQUEÑAS VOCES (Pequeñas Voces – 2010)
CK_11
Pequeñas Voces” é um filme de animação dirigida pelos colombianos Jairo Eduardo Carrillo e Óscar Andrade, dedicado a mostrar desde o olhar das crianças até a situação de violência no interior do país andino. Narra a história de quatro crianças, entre 9 e 12 anos, os quais através da violência exercida por homens armados – com diferentes uniformes – foram expulsos do interior do país e deslocados até a capital, Bogotá.

Como é dito pelas crianças no filme, “todas las fuerzas que tengan un arma siembran terror” (todas as forças que possuem uma arma semeiam terror), seja tendo uniforme dos grupos paramilitares, dos guerrilheiros ou do Exército.

Em um trabalho que demorou 10 anos, o diretor Jairo Carrillo entrevistou cerca de 120 crianças que contaram e desenharam sua visão sobre a velha guerra colombiana. Uma guerra que ainda não terminou.

Foram as próprias crianças que fizeram os desenhos coloridos que serviram de base para a animação do filme, com seus diferentes estilos e formas de se expressar. Mesmo não sendo perfeitos, os desenhos conseguem acrescentar uma espécie de fantasia ao que está sendo apresentado. O som é preciso e a musicalização é perfeita e essa música faz com que o documentário tome um ar poético e gracioso.

Pequeñas Voces” é um filme de animação diferente, em que através de simples desenhos se fala da crua realidade que afeta mais de um milhão de crianças deslocadas na Colômbia, segundo dados da UNICEF. Um filme de animação que conta histórias reais e torna possível ao maior número de espectadores no mundo conhecer e refletir sobre essa realidade.

Cartaz:
CK_12
Sinopse:

A trama apresenta quatro crianças que narram suas histórias com pontos de vista diferentes sobre a violência na Colômbia.

Margarita perde seu pai que foi sequestrado pelos grupos paramilitares sem ainda encontrar seu paradeiro. Pepito teve que fugir e deixar sua vida no campo por temor a ser selecionado para participar da guerrilha. Juanito é enganado e seduzido pela FARC para fazer parte de uma batalha, com seus riscos e consequências e John, que perdeu uma mão e uma perna com a explosão de uma bomba perto de sua casa.

Estas foram as circunstâncias que os obrigaram a exilar-se de seu povo, de sua terra e acabar engrossando as filas da população deslocada que termina em Bogotá.

O filme foi distribuído por RCN e tem duração de 78 minutos.

Trailer:

Décadas de guerra interna no país, de um conflito armado com muitos atores e interesses cruzados tendo a população civil do campo a grande prejudicada e a principal vítima. Suas vozes nunca são ouvidas. E menos ainda as vozes das crianças.

Esta história é contada por elas, com seus desenhos e com suas palavras; é a história das crianças colombianas a quem a guerra cruzou seu caminho e sua vida. Elas estão falando. Escutemos sua voz!

Um filme para refletir… mas que também nos mostra o amor e a esperança!

Por hoje ficamos por aqui. Até o nosso próximo CineKaramelo!


VOCÊ SABIA?

– Que o documentarista israelita Ari Folman se atreveu a utilizar a animação para falar da matança nos campos de refugiados palestinos de Sabra e Chatila, em 1982, no filme “Vals con Bashir”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s