CineKaramelo indica: Sempre ao seu Lado

O CineKaramelo deste mês é para se emocionar!

Pois é… o quarto livro do nosso DESAFIO KaraMelada é O Cachorrinho Samba. Para quem leu o livro, irá lembrar da parte que a autora menciona a história de um cachorro que ia esperar seu dono diariamente na estação e depois iam juntos para casa.

Então… escolhi um filme que conta essa história!

A indicação do mês de junho é…

SEMPRE AO SEU LADO (Hachiko: A Dog´s Story – 2009)
CK_27
Esse filme é uma adaptação de uma história real que aconteceu no Japão nos anos 1920. Hachiko é o nome de um cachorro de raça akita que ficou famoso em todo o país depois que apareceu em reportagens de jornais que contavam sua história de lealdade ao seu dono, um professor da Universidade de Tóquio. Todos os dias Hachiko acompanhava seu amigo até a estação de trem e estava lá quando ele voltava para casa.

A história desse cachorro virou uma lenda no Japão e foi usada em escolas e casas para ensinar às crianças a importância da lealdade entre amigos. Serviu também para despertar no país uma onda de criações de akitas, raça pura japonesa que estava cada vez menos popular. Há hoje na estação de Shibuya uma estátua de Hachiko, no lugar onde ele ficava esperando seu dono voltar.

Na versão estadunidense da história, Hachiko continua sendo um akita. Ele é achado quando ainda é um filhote em uma estação na periferia de Nova York pelo professor universitário Parker Wilson (Richard Gere), que o leva para casa. No início, sua esposa (Joan Allen) se recusa a adotar o novo morador, mas é tocada pela cativante relação entre os dois.

A direção do sueco Lasse Hällstrom (Regras da Vida, Chocolate, O Vigarista do Ano) incorpora no drama elementos tipicamente ocidentais. É o caso da brincadeira de pegar a bolinha que Ken (Cary-Hiroyuki Tagawa) explica a Parker ser algo completamente sem sentido para Hachi, pois “cachorros japoneses não pegam a bolinha apenas para agradar seu dono ou ganhar um biscoito”. É ele também que explica que ‘hachi’ é o numeral japonês para oito, número da sorte. Para ele, não foi Parker quem achou Hachiko, mas sim o cão o escolheu como seu dono.

Sempre ao seu Lado” tem uma trilha sonora belíssima de Jan A. P. Kaczmarek, com maravilhosos solos de piano. ❤

Cartaz:
CK_28
Sinopse:

Em uma sala de aula de garotos de uns dez anos de idade, cada um tem que contar a história de seu herói. O herói que Ronnie escolhe é Hachiko, o cachorro de seu avô Parker (Richard Gere), um professor de música que encontra um cachorrinho perdido na estação de trem de sua pequena cidade suburbana. O filhote havia sido enviado até os Estados Unidos do Japão e na última parte de sua longa viagem, o adesivo com o nome e o endereço do destinatário se descolou da caixinha em que viajava o cachorrinho.

Parker tenta deixar o filhote com o encarregado da estação, depois com o responsável pelo canil da cidade, mas acaba – embora contra a vontade da sua mulher (Joan Allen) – ficando com ele até encontrar uma pessoa que o adote. Entretanto, ao receber um telefonema de uma pessoa querendo adotá-lo, ela afirma que o cão já foi adotado ao ver a grande amizade de seu marido por Hachi.

Todos os dias Hachi acompanhava Parker até a entrada da estação de trem, onde ele ia para o seu trabalho, e ao ouvir no final da tarde o barulho do trem voltando o cãozinho saía correndo para esperar seu dono no mesmo lugar, e foi assim durante dois anos seguidos, onde sob o sol de verão ou a forte neve do inverno o cãozinho estava lá esperando por seu dono.

Um dia Parker passa mal no trabalho e acaba não voltando. Parker morreu, mas Hachi fica na esperança de vê-lo voltar. A esperança de Hachi pelo retorno de Parker era tão grande que todos os dias no mesmo horário o cãozinho estava a esperar seu dono na entrada da estação de trem, e foi assim por longos dez anos. Todos faziam de tudo para levá-lo, mas não adiantava prendê-lo, ele voltava para a estação.

Foi construída uma estátua com a imagem do amigo fiel à espera de seu dono na pracinha em frente à estação de trem, que foi o lugar onde Hachi fechou os olhos pela última vez à espera de seu dono.

O filme foi distribuído pela Imagem Filmes e tem duração de 93 minutos.

Trailer:

É um filme comovente que retrata o valor de uma verdadeira amizade entre um homem e um animal. É para a família toda chorar!

Ahhh… e o cachorro do filme está de parabéns! Ele realmente transmite ao espectador toda emoção como se ele mesmo estivesse vivenciado a história. Fantástico!

Não tem como não se emocionar! E aos machões de plantão é melhor pegarem lenço de papel e colocar no bolso. Acreditem, vocês irão precisar. Mas… não se preocupe, se ao acender das luzes vierem te perguntar alguma coisa, despiste dizendo que você é alérgico a cachorro. 😉

Por hoje ficamos por aqui. Até o nosso próximo CineKaramelo!


VOCÊ SABIA?

– Que o verdadeiro Hachi nasceu em 1922 no Japão e seu dono morreu em 1925. O cão ficou 9 anos esperando por ele no mesmo lugar até morrer em 1934.

– Esta é a refilmagem de uma obra japonesa, Hachiko Monogatari, de 1987, que teve roteiro do prestigiado Kaneto Shindo e foi dirigida por Seijirô Kôyama.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s